Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

 

 
  • Ad Content Top 01 - AS Sure
  • Ad Content Top 05 - Sicredi
  • Ad Content Top 02 - Damasio
  • Ad Content Top 03 - Nicnan
  • Ad Content Top 04 - Uniellas

Foi lançada na noite desta quarta-feira (29/11), no Primeiro de Maio FC, a Campanha de Natal com foco na arrecadação de doações para três entidades assistenciais de da cidade de Santo André (SP): Amélia Rodrigues, Nosso Lar e Recanto Somasquinho. A ação solidária é promovida pela OAB Santo André, por meio da Diretoria de Ação Social em parceria com o Clube Primeiro de Maio.

Além de brinquedos e alimentos, podem ser doados móveis, roupas, acessórios, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

No caso de doações de grande porte, a orientação é buscar informações na 38ª Subseção da OAB ou no Departamento Social do Clube, locais onde as caixas de coletas estarão fixadas, e que entrarão em contato com as entidades que serão beneficiadas para agendar o recolhimento.

Brinquedos (novos ou usados em bom estado), alimentos, roupas e utensílios pequenos podem ser deixados nas caixas coletoras.

Sexta-Feira, 29 de setembro, a OAB Santo André realizou a entrega das doações de alimentos e fraldas geriátricas para duas entidades assistenciais do município: Instituição Assistencial Casa Caminho de Ananias e Instituição Assistencial Nosso Lar.

A entrega das doações foi realizada por meio da Diretoria de Ação Social, presidida pela dra. Ana Maria Stoppa, bem como da Diretora Adjunta de Ação Social dra. Andrea Tartuce e secretária geral da Casa, do presidente da 38ª Subseção dr. Roberto Pereira Gonçalves, da vice-presidente Angela Maria Gaia, do secretário adjunto Leonardo Dominiqueli Pereira, da tesoureira Aline Romanholli e da diretora executiva, Patrícia Teruel Pocobi Vilella.

Os itens doados foram arrecadados na palestra do dia 27 de julho “Cartório na Era Digital – Conheça os Benefícios para a Advocacia”; no “Congresso de Direito Médico e da Saúde”, dia 19 de agosto; “Seminário de Direito Tributário”, dia 22 de agosto; na palestra “Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas: Aspectos Práticos e Controversos”, eventos estes realizados pela OAB Santo André.

 

As entidades assistenciais que receberam as doações foram:

 

INSTITUIÇÃO ASSISTENCIAL NOSSO LAR – 1 pacote de fralda geriátrica EG; 2 pacotes de farinha de trigo; 9 pacotes de fubá; 13 pacotes de Neston; 16 quilos de arroz; 20 pacotes de feijão; 25 garrafas de óleo; 27 pacotes de macarrão; 28 sachês de molho de tomate; 31 absorventes protetores de fraldas masculinas;38 absorventes protetores de fraldas femininas.

INSTITUIÇÃO CASA DO CAMINHO ANANIAS – 1 lata de ervilha; 3 pacotes de sal; 7 pacotes de farinha de trigo; 10 pacotes de arroz de 1 kg; 12 pacotes de bolacha; 12 pacotes de açúcar de 1 kg; 15 pacotes de feijão; 20 sachês de molho de tomate; 25 garrafas de óleo; 30 pacotes de macarrão.

 

 

Hoje, 28 de julho, a OAB Santo André realizou a entrega das mais de 2.500 peças, entre agasalhos, calçados, roupas de cama e acessórios, arrecadadas na “Campanha do Agasalho”, promovida pela 38º Subseção.

A entrega das doações foi realizada por meio da Diretoria de Ação Social, presidida pela dra. Ana Maria Stoppa - idealizadora da campanha -, bem como da Diretora Adjunta de Ação Social dra. Andrea Tartuce; do presidente da 38ª Subseção dr. Roberto Pereira Gonçalves; da presidente da Comissão da Mulher Advogada, dra. Sônia Regina Cabral Guisser; da presidente da Comissão do Idoso, dra. Antonieta Rosa Nogueira Ferreira, e da diretora executiva, Patrícia Teruel Pocobi Vilella.

Foram entregues ainda fraldas geriátricas e itens de higiene pessoal arrecadados nas palestras do dia 20 de julho “Conceito Geral e Aspectos Práticos”, e no dia 18 de julho “Garantias Fundamentais do Empregado Frente à Reforma Trabalhista”, ambas realizadas na OAB Santo André.

As entidades assistenciais que receberam as doações foram:

 

INSTITUIÇÃO ASSISTENCIAL NOSSO LAR – 13 pacotes de fraldas geriátricas G; 23 pacotes de fraldas geriátricas XG; 7 pares de sapatos masculinos; 132 peças de roupas femininas; 17 peças diversas; 182 peças de roupas masculinas; 29 pares de sapatos femininos; 44 roupas íntimas femininas; 47 roupas íntimas masculinas; 60 roupas de cama e banho; e 60 pares de meias.

INSTITUIÇÃO CASA DO CAMINHO ANANIAS – 13 pacotes de fraldas geriátricas G; 22 pacotes de fraldas geriátricas XG; 191 peças de roupas masculinas; 27 pares de sapatos; 121 peças de roupas femininas; 53 peças de acessórios; 13 escovas de dente; 12 pastas de dente; 11 sabonetes líquidos; 4 potes de talcos).

ASSOCIAÇÃO REVIVAS RESGATANDO VIDAS E VALORES – 10 pares de sapatos masculinos; 13 pares de sapatos infantis; 132 peças de roupas femininas; 170 peças de roupas infantis; 74 peças de roupas masculinas; 13 escovas de dente; 13 pastas de dente; 11 sabonetes líquidos; 4 potes de talco).

A OAB Santo André agradece aos parceiros de arrecadação: Primeiro de Maio FC, Práxis Assessoria Contábil, Colégio Arbos - Unidade Jardim, bem como a doação dos advogados e colaboradores da Casa da Advocacia Andreense.

 

A OAB Santo André recebeu no dia 14 de julho as doações do Primeiro de Maio Futebol Clube em apoio a “Campanha do Agasalho”, promovida pela 38º Subseção. Participaram da entrega oficial a diretora de Ação Social Ana Maria Stoppa, idealizadora da campanha e Antônio Carlos Cristiano, presidente do 13º Conselho Regional de Prerrogativas do ABCDMRP, representando o presidente Roberto Gonçalves. Também estavam presentes o presidente do Primeiro de Maio, Ricardo Lisboa Villela de Andrade, sua esposa e também advogada Patrícia Pocobi Villela, diretora executiva da 38ª Subseção, e demais membros da diretoria do clube.

Foram arrecadadas nesta parceria com o Primeiro de Maio FC mais de 2.000 peças. O Clube Primeiro de Maio disponibilizou caixas para a coleta dos agasalhos que ficaram nas portarias e academia. Também foram arrecadados agasalhos por meio da Práxis Assessoria Contábil, cujo sócio administrador é o presidente do Clube Primeiro de Maio.

“Muitas pessoas precisarão dos agasalhos neste inverno e a doação é um gesto de solidariedade, de se pôr no lugar do outro, tentar sentir aquilo que o outro sente”, comentou dr. Antônio Carlos Cristiano.

Para a diretora de Ação Social, Ana Stoppa, a doação é um ato de amor que se concretiza. “O que importa, de verdade, é estar sempre disposto a sair de dentro da caixa para ver onde se encaixa aquilo que podemos fazer em benefício do próximo, independente do tempo, pois quem quer e acredita que a vida pode ser mais bonita, onde floresce o amor, se veste de fé e esperança, busca a força na união para fazer acontecer aquilo que se propõe a fazer”.

A OAB Santo André doará todos os agasalhos recebidos para instituições assistenciais do município.

Nesta sexta-feira, 23 de junho, dirigentes representando a OAB Santo André estiveram em duas entidades beneficentes da cidade de Santo André (SP). A primeira visitada foi a Instituição Casa Ronald McDonald ABC, para fazer a entrega de doações de alimentos. A entidade atende como casa de acolhimento de crianças e adolescentes de 0 a 18 anos, bem como seus acompanhantes pelo período em que necessitam de tratamento oncológico.

Recebidos pelo presidente da entidade, Nelson Tadeu Pasotti Pereira e por Rosemeiri Silva, responsável pelo relacionamento, as advogadas da 38ª Subseção Ana Maria Stoppa (diretora de Ação Social), Andrea Tartuce (secretária geral e diretora adjunta de Ação Social), os diretores executivos Fernando Martini e Patrícia Pocobbi Villela, bem como o advogado Fernando Claudio, representando Comissão dos Direitos do Idoso, fizeram a entrega de 11 latas de achocolatado (400g) e 53 litros de leite. Os itens foram arrecadados pela OAB Santo André através da palestra jurídica “Empreendedorismo na advocacia”, ministrada na Casa da Advocacia Andreense no dia 5 de junho.

Instituição Nosso Lar

Os dirigentes da OAB Santo André também estiveram na parte da manhã na Instituição Assistencial Nosso Lar para fazer uma doação de alimentos e produtos de higiene. A instituição valoriza e assiste idosos em situação de risco ou abandono, resgatando sua dignidade, autoestima e qualidade de vida.

Foram doados mais de 300 itens: 1 creme de pentear; 2 condicionadores; 2 pacotes de absorventes; 3 caixas de cotonetes; 5 esponjas; 5 sabonetes líquidos; 5 shampoos; 6 pentes; 6 rolos de papel higiênico; 26 escovas de dente; 63 pastas de dentes; 85 sabonetes; 1 kg de trigo de kibe; 3 kg de açúcar; 3 kg de farinha de trigo; 5 pacotes de macarrão; 13 kg de feijão; 18 kg de arroz; 78 pacotes de café em pó; e 13 toalhas de banho.

Os itens foram arrecadados pela OAB Santo André através das palestras jurídicas, ministradas na sede da 38ª Subseção: no dia 15 de maio “Orientações gerais sobre o convênio Defensoria Pública e OAB/SP”; em 17 de maio “A Reforma do ensino médio é adequada e viável?”; em 18 de maio “A terceirização e o direito do trabalho”, e em 22 de maio “Aspectos materiais e processuais da desconsideração da personalidade jurídica”.

Arte e solidariedade

Por um mundo mais colorido: OAB de Santo André entrega doação para entidade social 

 

As advogadas Ana Maria Stoppa, diretora de Ação Social e Simone Fusari Baião, diretora de Cultura e Cursos jurídicos da OAB de Santo André, visitaram no dia 10 de março a Instituição Casa Ronald McDonald ABC, em Santo André, a qual destina-se a atender como casa de acolhimento crianças e adolescentes de 0 a 18 anos, bem como seus acompanhantes pelo período em que estas necessitam de tratamento.

Por meio de um dos diretores da entidade Airton Scarp Junior, bem como de Rosemeiri Silva, responsável pelo relacionamento, as diretoras da OAB de Santo André puderam conhecer de perto o relevante trabalho de cunho social.

Representando o presidente da 38ª Subseção, Roberto Gonçalves, as advogadas efetuaram a doação de material escolar, predominantemente focada para as atividades com artes, vez que a Casa além da parte médica conta com brinquedoteca, refeitório, lavanderia e atividades pedagógicas. “As doações foram angariadas através de palestras ministradas na Casa da Advocacia Andreense. Na pauta, projetos para futuras parcerias em prol dos nossos semelhantes, afinal faz bem fazer o bem”, declarou Ana Stoppa.

Dentre os materiais doados estão: canetas, lápis, réguas, cadernos, lápis de cor, borrachas, giz de cera, desenhos para colorir e apontadores.

Para realizar este trabalho de imensurável cunho social, a instituição conta com os clubes do Rotary Club do município. A renda incrementada por meio de um bazar permanente, recolhimento de notas fiscais, e o carro chefe que é a promoção anual da campanha McDia Feliz além de doações.

“Com toda a assistência necessária, o tratamento pode ser absorvido da melhor maneira possível, aumentando assim as chances de cura do câncer que acomete as nossas crianças e adolescentes”, afirmou o diretor Airton Scarp Junior.

Atualmente com 17 hóspedes, a Casa tem capacidade para abrigar 23 pacientes com acompanhante, nos 23 apartamentos disponíveis.

Os serviços realizados na Casa são: hospedagem, alimentação balanceada, transporte (para os hospitais onde os beneficiadores passam por consultas, tratamentos e em alguns casos cirurgias), atendimento psicossocial, atividades lúdicas, aulas de informática e robótica, cursos de artesanato para crianças e pais, bem como serviços do tipo “Casa Dia” (sem hospedagem – para pacientes residentes na região – onde estes recebem local para descanso, alimentação, atividades pedagógicas e recreação. "Entre uma consulta ou tratamento e outro, ainda encontram tempo para brincar", complementa a responsável pelo relacionamento da instituição, Rosemeiri Silva.

A atuação da Casa Ronald ABC identifica as demandas prioritárias no combate ao câncer infanto-juvenil, desenvolve ainda programas que propiciam o diagnóstico precoce, encaminhamento adequado e tratamento de qualidade para as crianças e adolescentes com câncer do Brasil. Segundo Scarp, em breve a instituição será beneficiada com um projeto de reforma total e uniformização dos dormitórios, além da ampliação de leitos para atender as demandas recebidas dos mais distantes do Brasil.

  1. Comissões
  2. Notícias
  3. Comentários