Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

 

 
  • Ad Content Top 02 - Damasio
  • Ad Content Top 04 - Uniellas

A OAB Santo André, por meio da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais, sediou neste sábado (16/06) mais uma edição da Feira de Adoção de Animais com a participação da ESPA (Equipe Singulariana de Proteção Animal, do Colégio Singular). Cães e gatos, adultos e filhotes, que foram resgatados das ruas, estiveram das 9h às 15h, no estacionamento da 38ª Subseção, à espera de uma nova família. Nesta edição, sete animais (6 cachorros e 1 gato) ganharam um novo lar. No local, os interessados em adotar também receberam informações sobre guarda responsável e demais orientações.

 

Além de voluntários, protetores e membros da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais, as feiras agora contam com a participação de duas novas voluntárias, Fernanda Nogueira de Santana e Gracieli Fontanezzi Marchi, estudantes do curso de Técnico em Veterinária do Instituto Polígono de Ensino, que auxiliam ao veterinário Rodrigo (Clínica Pet Land) em tudo o que for necessário quanto à saúde dos animaizinhos.


 

CÃOPANHA DE INVERNO

Assim como os seres humanos, os animais também sentem as mudanças de temperatura, principalmente neste período do Inverno. Por isso, a OAB Santo André em parceria com a  ESPA lançaram no dia 13 de junho a "Cãopanha de Inverno". Marcando o lançamento da ação, o advogado Cristiano De Souza Oliveira (diretor de Eventos da OAB Santo André), ministrou a palestra "Animais em Condomínio" na Casa da Advocacia Andreense.

 

"A iniciativa tem o objetivo de ajudar os animais que não possuem um lar, arrecadando roupas, cobertores, mantas, agasalhos, lonas, papelão, jornal e casinhas", afirmou Simone Resende, presidente da Comissão.

 

As doações podem ser entregues diretamente na OAB Santo André ou em uma das unidades do Colégio Singular (endereços disponíveis em www.singular.com.br). As doações serão recolhidas pela ESPA, que distribuirá entre as protetoras do município. A campanha irá arrecadar doações enquanto durar o Inverno. Participe!


 

Foi lançada oficialmente no dia 27 de Abril a Campanha do Agasalho 2018, promovida pela OAB Santo André. O evento ocorreu nas dependências da Casa da Advocacia Andreense e no Primeiro de Maio FC na presença do presidente da OAB Santo André Roberto Gonçalves; da diretora de Ação Social Ana Maria Stoppa (idealizadora da campanha); da diretora secretária-geral Andréa Tartuce; da presidente da Comissão da Mulher Advogada, Sonia Regina; Patrícia Pocobi Villela (diretora executiva da Subseção e esposa do presidente do PMFC, Ricardo Lisboa Villela); da presidente do Fundo Social de Solidariedade de Santo André e primeira-dama da cidade, Ana Carolina Rossi Barreto Serra, e demais membros da diretoria da Subseção e do Clube.

Em entrevista ao Clube Primeiro de Maio, o presidente da OAB Santo André, Roberto Gonçalves afirmou ser muito importante a união da 38ª Subseção com o clube, “sendo ele centenário, junto de nossa Ordem, que completou 50 anos aqui na cidade. Creio, portanto, juntando OAB e o Primeiro de Maio representa-se muito bem a comunidade andreense”.

“Temos que agradecer a oportunidade recebida do Primeiro de Maio, que aderiu à campanha e saiu do lazer para ir de encontro com o social. Ano passado, apenas por meio do Clube conseguimos mais de mil peças. Se não fosse essa participação importante, no ano passado a arrecadação teria sido bem menor. Que outros clubes tomem a mesma iniciativa”, disse a diretora de Ação Social Ana Maria Stoppa.

“Agradeço a oportunidade em nome do Primeiro de Maio”, acrescento Patrícia Pocobi Villela. “É gratificante participar desta campanha e realizar esta junção em prol de quem precisa. Ano passado foi um sucesso e tenho certeza que este ano será muito melhor”, garantiu a primeira-dama do PMFC.

A expectativa é superar a quantidade recorde de arrecadações de 2017, que chegou a mais de 2.000 peças. Neste ano, a ação conta com a parceria do Primeiro de Maio FC e do Fundo Social de Solidariedade de Santo André, bem como do reforço da Turma da Mônica e o tema: “Vamos esquentar o inverno de quem mais precisa”.

As doações serão destinadas para instituições sociais do município, conforme a necessidade. Até o momento, há três pontos de arrecadação:

 

- OAB Santo André (Av. Portugal, 233 - Centro)

- Primeiro de Maio FC (Av. Portugal, 79/ R. Álvares de Azevedo, 96 - Centro)

- Praxis Assessoria Contábil (R. José Lins do Rêgo, 175 - Vila Valparaíso)

 

Seja solidário! Doe um agasalho!

 

A OAB Santo André, presidida pelo dr. Roberto Gonçalves, lançou na noite desta quarta-feira, 8 de novembro, a campanha “Lacre Solidário”. A iniciativa tem o foco social e ambiental, que visa recolher os lacres das latas de bebidas e trocar por cadeiras de rodas, beneficiando pessoas e entidades necessitadas. Por meio disso, também busca promover uma cultura voltada ao cuidado com o meio ambiente, com o consumo consciente.

A campanha é organizada pelas Comissões da Mulher Advogada e da Comunidade Jurídica, com o apoio da Diretoria de Ação Social, bem como da Comissão de Mediação, Conciliação e Arbitragem e Associação dos Advogados do Grande ABC.

“A campanha não tem prazo para acabar. Será permanente”, disse Andrea Tartuce, secretária geral da OAB Santo André e vice-diretora de Ação Social.

“O mote da campanha é que não estamos pedindo dinheiro, e sim ‘atitude’ para ajudar alguém que está precisando. Esse é o diferencial e a nossa Subseção está unida para essa ação”, disse Sonia R. Cabral Guisser, presidente da Comissão Mulher Advogada.


Segundo Sonia, para trocar por uma cadeira de rodas, são necessárias em média 140 garrafas pet de 2 litros cheios de lacres de alumínio, o que equivale a aproximadamente 2.500 lacres por garrafa.

“Pequenos lacres que fazem parte de latinhas de bebidas que irão se transformar em uma grande corrente de solidariedade. Faz bem fazer o bem”, afirmou Ana Stoppa, diretora de Ação Social.

A advogada Silvia Gimenes já realiza essa campanha há 10 anos e já arrecadou nesse tempo 50 mil lacres, totalizando quase 30 quilos. A advogada se uniu à 38ª Subseção para atingir a quantidade de lacres necessários. “Nós somos multiplicadores. E as pessoas gostam de ajudar. De lacre em lacre conseguiremos encher uma garrafinha e logo conseguiremos trocar por uma cadeira de rodas. Toda forma de arrecadação é válida e bem-vinda, e quanto mais pessoas envolvidas, maior será nossa rede de solidariedade”.

 

 

Pontos de Arrecadação

Os lacres de alumínio podem ser entregues na OAB Santo André (Av. Portugal, 233 – Centro), que disponibilizará uma caixa para receber as doações. Também há outros pontos de arrecadação:

  • Primeiro de Maio Futebol Clube (Av. Portugal, 79 – Centro)
  • Buffet Status (restaurante do Primeiro de Maio FC)
  • Fornaria Caiubi Pães e Doces (Rua Caiubi, 437 – Jd. Pilar)
  • Shabab’s Restaurante e Lanchonete (Av. Portugal 155 – Centro)
  • Restaurante Donna Maria (Av. Lino Jardim, 390 - Vila Bastos)
  • Restaurante Sabor House (Av. José Caballero, 175 - Vila Bastos)
  • Padaria Samara (Alameda São Caetano, 2463 - Santa Maria, São Caetano do Sul)
  • Doceria Quero Mais (Rua Wenceslau Bras, 203 - Santa Paula, São Caetano do Sul)
  • Chefia Restaurante (R. Alm. Protógenes, 300 – Jardim)

 

A OAB Santo André inaugurou na noite desta sexta-feira, 06/10, a iluminação cor de rosa de sua sede (Av. Portugal, 233), bem como a decoração de sua fachada, que dá início à campanha Outubro Rosa, pela conscientização e importância de se fazer o diagnóstico precoce do câncer de mama. O evento foi organizado pela Comissão da Mulher Advogada, juntamente com a Comissão de Comunidade Jurídica da 38ª Subseção.

Criado na década de 1990, o Outubro Rosa é um movimento popular lembrado anualmente em todo o mundo e seu nome remete à cor do laço rosa que simboliza a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.

A campanha Outubro Rosa é uma oportunidade de colocar em evidência uma das doenças que mais atinge mulheres no Brasil. Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de mama é a neoplasia de maior incidência entre as mulheres em todo o mundo e no País, desconsiderando o câncer de pele não melanoma. Quase 30% dos novos casos diagnosticados anualmente em mulheres são de mama. Estima-se que no ano de 2016 foram diagnosticados quase 58 mil novos casos no Brasil e que ocorreram aproximadamente 15 mil óbitos em decorrência da doença.

Portanto, a conscientização sobre o câncer de mama vai além da realização da mamografia anual. Ela tem como propósito ressaltar a importância do diagnóstico precoce por meio da avaliação de exames físico e clínicos, incentivar as mulheres a manterem hábitos de vida saudáveis, fornecer informações amplas sobre o tratamento e controle da doença, assim como levantar fundos para financiar pesquisas.

 

No mundo todo, diariamente são usados mais de 500 milhões de canudinhos plásticos. Esses acessórios tão presentes em nossas vidas representam 4% de todo o lixo plástico acumulado no planeta. O tempo de uso de um canudinho plástico, seja no consumo de um suco, de um refrigerante ou de um coquetel, é curto, mas, uma vez descartado no meio ambiente, são necessários até mil anos para se decompor. Como resultado temos um quadro bastante grave com impacto muito negativo em termos de resíduos não biodegradáveis, afetando seriamente vários ecossistemas, como demonstra a lista a seguir.

15 motivos para você pensar duas vezes antes de usar um canudo plástico (*)

  1. 44% de todas as espécies de pássaros marítimos ingeriram plástico.
  2. Só em Los Angeles, 10 toneladas de plástico são levadas ao Oceano Pacífico por dia.
  3. Nos últimos dez anos produzimos mais plástico do que no século passado inteiro.
  4. Metade do plástico que usamos, nós o utilizamos apenas uma vez e em seguida o descartamos.
  5. A quantidade de plástico jogado fora a cada ano é suficiente para dar a volta ao mundo quatro vezes.
  6. Hoje em dia só reciclamos 5% do plástico que usamos.
  7. O plástico representa 10% de todo o lixo que o homem produz.
  8. O plástico demora mais de 100 anos para se decompor.
  9. 80% da poluição dos mares pelo plástico é vinda de terra firme e é levada aos oceanos por fatores como a chuva, por exemplo.
  10. O plástico constitui cerca de 90% do lixo que flutua na superfície dos oceanos.
  11. Cerca de 1.000.000 de aves marinhas e 100.000 mamíferos marinhos morrem anualmente por conta da poluição de plástico nos mares.
  12. Praticamente todo o plástico já produzido no mundo ainda existe de alguma forma (com exceção de uma pequena parte que foi incinerada).
  13. Produtos químicos do plástico podem ser absorvidos pelo corpo humano. 93% dos estadunidenses com idades a partir de seis anos testaram positivo para BPA (um produto químico do plástico).
  14. Alguns compostos encontrados no plástico foram acusados de alterar nossos hormônios.
  15. 88% da superfície dos oceanos do mundo está contaminada com lixo plástico.

Mas você pode contribuir para a mudança desse cenário.

Alterar um hábito não é fácil. Tem coisas que fazemos de modo automático, por inércia, sem nos darmos conta das consequências. Atualmente existem vários movimentos e campanhas ao redor do mundo incentivando as pessoas a pararem de usar canudinhos plásticos. Além disso, existem opções de canudinhos reutilizáveis que funcionam de modo semelhante ao dos talhares convencionais, lavados e higienizados após o uso.

Informação e conhecimento são a base para a conscientização e para a alteração de atitude que por sua vez leva à mudança de comportamento. Por isso, a Comissão do Meio Ambiente da 38ª Subseção da OAB incentiva seus membros a não utilizarem mais o canudinho plástico e a ajudarem na divulgação dessa importante iniciativa.

Canudinho plástico. Não ofereça. Não use.

 

Autor: Luiz Claudio Mattos Raposo

(*) fonte: blog Viver Sem Lixo.

 

  1. Comissões
  2. Notícias
  3. Comentários