Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

 

 
  • Ad Content Top 01 - AS Sure
  • Ad Content Top 05 - Sicredi
  • Ad Content Top 02 - Damasio
  • Ad Content Top 03 - Nicnan
  • Ad Content Top 04 - Uniellas

A OAB Santo André promoveu no dia 21 de fevereiro, em sua sede, a primeira solenidade de outorga de carteiras do ano de 2018. Quinze novos advogados participaram do evento, que contou com a presença de familiares e amigos.

A solenidade, conduzida pela secretária geral da OAB Santo André e coordenadora da ESA, Andrea Tartuce, teve como paraninfa a vice-presidente da OAB Santo André, Angela Maria Gaia, que fez um tocante discurso em defesa dos valores da advocacia aos novos profissionais presentes.

Em seguida, o juramento foi prestado por Hallan Rodrigues Fernandes, repetido consecutivamente pelos novos advogados, bem como advogados presentes, que renovaram o compromisso na oportunidade.

Durante a solenidade, também foi realizada a cerimônia de posse dos seguintes membros da Comissão de Direito Médico e da Saúde: Sandra Maria Ferreira (presidente), Eduardo de Freitas Nascimento (vice-presidente), Sara Cristina Alves (secretária), Angelo Pedro de Oliveira Zanutto (membro efetivo), Christiane Ferreira Gomes (membro efetivo), Felipe Alves Gomes (membro efetivo), Claudia Regina Piveta (membro efetivo), Gilmar de Souza Lino (membro efetivo), José dos santos Santana Junior (membro efetivo), Rodrigo Augusto Amaral (membro efetivo), Tania Matioli Barbosa (membro efetivo - colaboradora), Maciel Santana (membro efetivo - colaborador) e Edson de Freitas Souza (membro efetivo).

Fizeram parte da mesa solene: Angela Maria Gaia, Andrea Tartuce, Leonardo Dominiqueli Pereira (secretário adjunto da OAB Santo André), Cristiano de Souza Oliveira (presidente da Comissão de Direito Administrativo da OAB Santo André), Viviane Rocha Machado (presidente da Comissão do Jovem Advogado) e Sandra Maria Ferreira (presidente da Comissão de Direito Médico e Saúde). Ao final, cada componente da mesa solene se pronunciou.

A conquista deste novo curso acontece em menos de seis meses da aula inaugural da primeira pós-graduação da Casa da Advocacia Andreense

 

A ESA (Escola Superior de Advocacia) Núcleo Santo André, cuja coordenação está sob a batuta de Andrea Tartuce, está com inscrições abertas para a primeira turma do seu segundo curso de pós-graduação lato sensu, aprovado e autorizado do Conselho Estadual de Educação: Direito Trabalhista e Previdenciário - Material e Processual. As vagas são limitadas.

A conquista deste novo curso acontece em menos de seis meses da aula inaugural da primeira e inédita pós-graduação (em Direito Processual Civil Aplicado), obtida pela OAB Santo André na gestão do presidente Roberto Gonçalves.

O curso conta com a coordenação pedagógica da Desembargadora do TRT2 dra. Ivani Contini Bramante no eixo Trabalhista e a dra. Adriane Bramante, presidente do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário) no eixo previdenciário.

Com sete módulos e uma carga horária total de 450 horas, sendo 360 horas presenciais, ao longo de quatro semestres, as aulas terão início no dia 7 de março de 2018, com previsão de término para o 2º semestre de 2019. As aulas serão realizadas nas segundas e quartas-feiras, das 19h às 22h.

 

Módulos

I - Teoria Geral do Direito do Trabalho (36h)

II - Direito Individual e Coletivo do Trabalho/ Direito Tutelar do Trabalho (54h)

III - Processo Individual e Coletivo do Trabalho (63h)

IV - Direito Previdenciário (108h)

V - Processo Previdenciário (45h)

VI - Metodologia e Didática do Ensino Superior (60h)

VII - Atividades Complementares (84h)  

 

Professores confirmados

·         Dra. Ivani Contini Bramante - Mestre e Doutora pela PUC

·         Dr. Raimundo Simão de Melo - Doutor pela PUC/SP

·         Dr. Gabriel Lopes Coutinho Filho - Doutor pela PUC/SP

·         Dr. Gilberto Carlos Maistro Jr - Mestre UNIMES

·         Dr. Jorge Cavalcanti Boucinhas - Doutor pela USP

·         Dr. Rui César Públio Borges Corrêa - Doutor pela PUC/SP

·         Dra. Adriane Bramante de C. Ladenthin – Mestre pela PUC/SP

·         Dra. Ester Moreno Vieira - Mestre pela PUC/SP

·         Dr. Theodoro Agostinho Vicente - Mestre pela PUC/SP

·         Dra. Priscilla Simonato - Mestre pela PUC/SP

·         Dr. Marcelino Alves de Alcântara - Mestre pela PUC/SP

·         Dr. Miguel Horvath Junior - Doutor pela PUC/SP

·         Dra. Maria do Carmos Carrasco - Mestre em Educação pela PUC/SP

·         Dra. Marlane Elizabeth Rossi Pelegrina - Mestre UNIMEP

 

O investimento é de R$ 7.475,00, sendo matrícula R$ 299,00 + 24 parcelas de R$299,00. Os 40 primeiros inscritos terão 50% de desconto na matrícula.

 

As inscrições devem ser efetuadas pessoalmente na 38ª Subseção OAB Santo André (Av. Portugal, 233), a partir das 11h30 às 12h50 e das 14h às 18h. Mais informações pelo telefone (11) 4994-3040 (falar com Felipe) ou  https://goo.gl/pyAB2D

A OAB Santo André promoveu no dia 7 de dezembro, em sua sede, a última solenidade de outorga de carteiras de 2017. A cerimônia foi conduzida pelo presidente da OAB Santo André, Roberto Gonçalves, que deu as boas-vindas aos novos advogados.
“Hoje é uma noite muito importante. Nesse momento, em que fazemos a última entrega de 2017, nos emociona saber que estivemos aqui este ano todo fazendo essa cerimonia e a cada evento assim parece que é uma nova era, um novo início. Vocês estão iniciando uma viagem interessante, e nós desta mesa nos sentimos participantes disso. Porque nos seus olhares, vocês conseguem transmitir o sentimento de dever cumprido, de conquista, e a nossa Ordem dos Advogados se emociona tanto quanto vocês de saber que vocês são vitoriosos”, declarou o presidente da 38ª Subseção.
Em seguida, o juramento foi prestado por Laudelino Alves Carvalho, repetido consecutivamente pelos 23 novos advogados, bem como advogados presentes, que renovaram o compromisso na oportunidade.
Com um discurso inovador por meio de tecnologia, o paraninfo da solenidade, Marcos Antonio Assumpção Cabello (atual membro da Comissão Especial de Direito da Tecnologia da Informação do Conselho Federal da OAB – 2016/2018, vice-presidente do Fórum Permanente do Processo Judicial Eletrônico e membro efetivo da Comissão de Direito Digital e Compliance e da Comissão de Educação Digital da OAB SP) deu dicas importantes aos novos advogados. “Oito dicas dos maiores especialistas em advocacia são: Comunique-se bem; Planeje, o tempo todo; Conquiste e fidelize o seu cliente; Tenha paciência e saiba esperar o momento certo; Seja fluente no inglês; Seja um advogado resolvedor de problemas; Especialize-se nas áreas em expansão, e Estudar, estudar e estudar!”, orientou o paraninfo.
Como dicas extras do próprio paraninfo, os novos advogados receberam, ricas informações: “Aja com honestidade e ética; crie uma relação de confiança com o cliente; antecipe-se sempre; faça seu marketing pessoal, com descrição; domine as ferramentas tecnológicas, e participe das comissões setoriais da OAB Santo André”.
 
A título de informação, até o início da solenidade Marcos Antonio Cabello contabilizou, por meio do site do Conselho Federal, 1.059.435 advogados inscritos em todo o Brasil, sendo 294.493 somente no Estado de São Paulo. Em Santo André são mais de 5 mil advogados. “Vocês hoje fazem parte desse que é o maior quadro de profissionais do Brasil”, destacou.
Fizeram parte da mesa solene: o presidente da Casa Roberto Gonçalves, Angela Maria Gaia (vice-presidente da OAB Santo André), Marcos Pimentel (presidente da Comissão de Ética e Disciplina da OAB Santo André), Antonio Carlos Cristiano (presidente do 13º Conselho Regional de Prerrogativas do ABCDMRP), Marcos Antonio Assumpção Cabello (paraninfo) e Rosa Ramos (representando o presidente da Secional paulista, Marcos da Costa). Ao final, cada componente da mesa solene se pronunciou.
 
Direito dos Refugiados e Estrangeiros
Durante a solenidade foi realizada a cerimônia de posse dos membros da nova Comissão dos Direitos dos Refugiados e Estrangeiros: Manoel Alcides Nogueira de Sousa (presidente) e Charles William Mc Naughton (vice-presidente).
Manoel Alcides foi presidente da Associação dos Advogados do Grande ABC (AABC) e é o atual delegado da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo (CAASP). “Espero fazer o melhor, como em tudo que me dedico e faço. São 60 milhões de refugiados no mundo. No Brasil temos nove mil refugiados em condições realmente difíceis. Existem refugiados de diversos segmentos, políticos, econômicos e ambientais, não são apenas refugiados de guerra. E em um momento difícil como esse temos de estar sensibilizados com o que está acontecendo, pois somos irmãos em qualquer parte do mundo. Nosso objetivo é o mesmo que toda a pessoa de bem tem: tornar feliz a humanidade, por meio do amor, tolerância, sem preconceitos, sem fronteiras de raças e culturas”, afirmou o novo presidente da comissão.
Para Alberto Carlos Dias, diretor da Comissão dos Direitos dos Refugiados da OAB Jabaquara e mentor da instalação da comissão na 38ª Subseção, este trabalho teve início já alguns anos por uma contingência casual, por encontrar pessoas de alta vulnerabilidade sem falar a língua local. “Estas constatações, por meio da Polícia Civil, nos mostraram que crianças vindas de outros países eram deixadas ao relento na frente de delegacias e não sabíamos o que fazer frente a essa situação”, lembrou Dias. Dessa necessidade foi instalada uma comissão pioneira na OAB Jabaquara com a finalidade de cuidar dos refugiados. “A Lei 9.747, que disciplina a situação de refúgio no País, é bastante específica. E essas pessoas sofrem perigo de permanência em seus países de origem. Isso é uma questão humanitária”, informou.
Segundo a ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados), existem atualmente 72% de crianças refugiadas de até 17 anos, que invariavelmente sofrem todo o tipo de abuso. “O que fazemos? Por força legal temos que receber. Não só o Brasil, como mais de 100 países no mundo já subscreveram o Tratado de Refúgio, instituído pela ONU em 1950. E estes países recebem com uma colhida humanitária e procuram direcionar os refugiados a um ambiente de desenvolvimento”, explica Alberto Dias.
“Nesse andar tenho conhecido pessoas extraordinárias, como o presidente Roberto Gonçalves, que me recepcionou de uma maneira incrível e ele, sensível à condição humana, sobremodo às crianças, disse que seria importante instalar uma comissão na 38ª Subseção. Conversei com o dr. Manoel Alcides, que tem uma vasta experiência na conciliação, mediação, condução e justiça social, bem como o dr. Mc Naughton, professor na PUC, que possui projetos na área de educação para crianças e aqui estamos os empossando para este trabalho”, finalizou Dias.
A Comissão dos Direito dos Refugiados e Estrangeiros da OAB Santo André visa realizar grupos de estudos, tendo como finalidade promover atividades jurídicas e educacionais, visando o aprimoramento do saber, bem como debates sobre assistência jurídica, social e psicológica, moradia e trabalho aos solicitantes de refúgio ou refugiados, dentre outras questões voltadas ao tema.

A OAB Santo André promoveu no dia 7 de dezembro, em sua sede, a última solenidade de outorga de carteiras de 2017. A cerimônia foi conduzida pelo presidente da OAB Santo André, Roberto Gonçalves, que deu as boas-vindas aos novos advogados.

“Hoje é uma noite muito importante. Nesse momento, em que fazemos a última entrega de 2017, nos emociona saber que estivemos aqui este ano todo fazendo essa cerimonia e a cada evento assim parece que é uma nova era, um novo início. Vocês estão iniciando uma viagem interessante, e nós desta mesa nos sentimos participantes disso. Porque nos seus olhares, vocês conseguem transmitir o sentimento de dever cumprido, de conquista, e a nossa Ordem dos Advogados se emociona tanto quanto vocês de saber que vocês são vitoriosos”, declarou o presidente da 38ª Subseção.

Em seguida, o juramento foi prestado por Laudelino Alves Carvalho, repetido consecutivamente pelos 23 novos advogados, bem como advogados presentes, que renovaram o compromisso na oportunidade.

Com um discurso inovador por meio de tecnologia, o paraninfo da solenidade, Marcos Antonio Assumpção Cabello (atual membro da Comissão Especial de Direito da Tecnologia da Informação do Conselho Federal da OAB – 2016/2018, vice-presidente do Fórum Permanente do Processo Judicial Eletrônico e membro efetivo da Comissão de Direito Digital e Compliance e da Comissão de Educação Digital da OAB SP) deu dicas importantes aos novos advogados. “Oito dicas dos maiores especialistas em advocacia são: Comunique-se bem; Planeje, o tempo todo; Conquiste e fidelize o seu cliente; Tenha paciência e saiba esperar o momento certo; Seja fluente no inglês; Seja um advogado resolvedor de problemas; Especialize-se nas áreas em expansão, e Estudar, estudar e estudar!”, orientou o paraninfo.

Como dicas extras do próprio paraninfo, os novos advogados receberam, ricas informações: “Aja com honestidade e ética; crie uma relação de confiança com o cliente; antecipe-se sempre; faça seu marketing pessoal, com descrição; domine as ferramentas tecnológicas, e participe das comissões setoriais da OAB Santo André”.

A título de informação, até o início da solenidade Marcos Antonio Cabello contabilizou, por meio do site do Conselho Federal, 1.059.435 advogados inscritos em todo o Brasil, sendo 294.493 somente no Estado de São Paulo. Em Santo André são mais de 5 mil advogados. “Vocês hoje fazem parte desse que é o maior quadro de profissionais do Brasil”, destacou.

Fizeram parte da mesa solene: o presidente da Casa Roberto Gonçalves, Angela Maria Gaia (vice-presidente da OAB Santo André), Marcos Pimentel (presidente da Comissão de Ética e Disciplina da OAB Santo André), Antonio Carlos Cristiano (presidente do 13º Conselho Regional de Prerrogativas do ABCDMRP), Marcos Antonio Assumpção Cabello (paraninfo) e Rosa Ramos (representando o presidente da Secional paulista, Marcos da Costa). Ao final, cada componente da mesa solene se pronunciou.

 

Direito dos Refugiados e Estrangeiros

Durante a solenidade foi realizada a cerimônia de posse dos membros da nova Comissão dos Direitos dos Refugiados e Estrangeiros: Manoel Alcides Nogueira de Sousa (presidente) e Charles William Mc Naughton (vice-presidente).

Manoel Alcides foi presidente da Associação dos Advogados do Grande ABC (AABC) e é o atual delegado da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo (CAASP). “Espero fazer o melhor, como em tudo que me dedico e faço. São 60 milhões de refugiados no mundo. No Brasil temos nove mil refugiados em condições realmente difíceis. Existem refugiados de diversos segmentos, políticos, econômicos e ambientais, não são apenas refugiados de guerra. E em um momento difícil como esse temos de estar sensibilizados com o que está acontecendo, pois somos irmãos em qualquer parte do mundo. Nosso objetivo é o mesmo que toda a pessoa de bem tem: tornar feliz a humanidade, por meio do amor, tolerância, sem preconceitos, sem fronteiras de raças e culturas”, afirmou o novo presidente da comissão.

Para Alberto Carlos Dias, diretor da Comissão dos Direitos dos Refugiados da OAB Jabaquara e mentor da instalação da comissão na 38ª Subseção, este trabalho teve início já alguns anos por uma contingência casual, por encontrar pessoas de alta vulnerabilidade sem falar a língua local. “Estas constatações, por meio da Polícia Civil, nos mostraram que crianças vindas de outros países eram deixadas ao relento na frente de delegacias e não sabíamos o que fazer frente a essa situação”, lembrou Dias. Dessa necessidade foi instalada uma comissão pioneira na OAB Jabaquara com a finalidade de cuidar dos refugiados. “A Lei 9.747, que disciplina a situação de refúgio no País, é bastante específica. E essas pessoas sofrem perigo de permanência em seus países de origem. Isso é uma questão humanitária”, informou.

Segundo a ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados), existem atualmente 72% de crianças refugiadas de até 17 anos, que invariavelmente sofrem todo o tipo de abuso. “O que fazemos? Por força legal temos que receber. Não só o Brasil, como mais de 100 países no mundo já subscreveram o Tratado de Refúgio, instituído pela ONU em 1950. E estes países recebem com uma colhida humanitária e procuram direcionar os refugiados a um ambiente de desenvolvimento”, explica Alberto Dias.

“Nesse andar tenho conhecido pessoas extraordinárias, como o presidente Roberto Gonçalves, que me recepcionou de uma maneira incrível e ele, sensível à condição humana, sobremodo às crianças, disse que seria importante instalar uma comissão na 38ª Subseção. Conversei com o dr. Manoel Alcides, que tem uma vasta experiência na conciliação, mediação, condução e justiça social, bem como o dr. Mc Naughton, professor na PUC, que possui projetos na área de educação para crianças e aqui estamos os empossando para este trabalho”, finalizou Dias.

A Comissão dos Direito dos Refugiados e Estrangeiros da OAB Santo André visa realizar grupos de estudos, tendo como finalidade promover atividades jurídicas e educacionais, visando o aprimoramento do saber, bem como debates sobre assistência jurídica, social e psicológica, moradia e trabalho aos solicitantes de refúgio ou refugiados, dentre outras questões voltadas ao tema.

Neste domingo, 3 de dezembro, das 10h às 16h, a OAB Santo André participou em peso por meio de várias Comissões na Virada Inclusiva, realizada no Parque Celso Daniel, em Santo André. O evento é em comemoração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado também no dia 3 e que ainda incentiva e possibilita que pessoas com e sem deficiência possam estar juntas em ações inclusivas nas ruas, praças, parques, museus, teatros, salas, metrô e todos os espaços possíveis.

Estiveram presentes as Comissões e seus membros representantes, respectivamente: OAB Itinerante (Mariana Nicoletti, Carlos Solar e Fernanda Saracino), Defesa e Proteção dos Animais (Simone Resende – presidente e Andreia de Souza Barros), Direito Civil (Marcos Gonzaga – presidente), Meio Ambiente, Direitos da Pessoa com Deficiência (Alice Tebcherane Affonso – presidente e Fernando Claudio) e Diretoria de Ação Social (Ana Maria Stoppa – diretora).

Idealizado e coordenado pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o evento também foi promovido pela Prefeitura de Santo André com o apoio de diversas entidades, contando ainda com uma ampla rede de parceiros e colaboradores voluntários, dos mais diversos setores, que realizaram inúmeras atividades culturais, esportivas e de lazer, criando uma extensa grade de programação acessível, que começou no Estado de São Paulo e vem se ampliando em uma grande celebração internacional.

Na tenda da OAB Santo André, além dos orientações jurídicas e sobre guarda responsável/ leis dos animais à população, houve a distribuição gratuita de 130 livros de “Caó, O Cavalinho de um Olho Só” para as crianças participante do evento. A obra, cujo tema é Inclusão Social, é de autoria da diretora de Ação Social Ana Stoppa, que também é escritora de literatura infantil.

O “Domingo no Parque Inclusivo” teve ainda passeio de triciclo inclusivos, performances artísticas, espaço criança com diversas atividades e as tendas de atendimentos das Comissões da OAB Santo André.

 

Foi lançada na noite desta quarta-feira (29/11), no Primeiro de Maio FC, a Campanha de Natal com foco na arrecadação de doações para três entidades assistenciais de da cidade de Santo André (SP): Amélia Rodrigues, Nosso Lar e Recanto Somasquinho. A ação solidária é promovida pela OAB Santo André, por meio da Diretoria de Ação Social em parceria com o Clube Primeiro de Maio.

Além de brinquedos e alimentos, podem ser doados móveis, roupas, acessórios, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

No caso de doações de grande porte, a orientação é buscar informações na 38ª Subseção da OAB ou no Departamento Social do Clube, locais onde as caixas de coletas estarão fixadas, e que entrarão em contato com as entidades que serão beneficiadas para agendar o recolhimento.

Brinquedos (novos ou usados em bom estado), alimentos, roupas e utensílios pequenos podem ser deixados nas caixas coletoras.

Em tempos recentes, o Tribunal de Ética Profissional da OAB passou a dar mais vista às questões que norteiam a nobre profissão da advocacia, principalmente no seu estilo, voltado para a imagem e nobreza da atividade profissional, analisando o seu aspecto ético. Isso porque o uso de símbolos e de “marcas, logotipos, figuras e ainda frases” vem sendo praticado de forma imoderada, ferindo preceitos éticos estabelecidos pelo Código de Ética, principalmente em seu artigo 31.
 
Tendo isso em vista, disponibilizamos a íntegra do entendimento do Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paulista, que aprovou o parecer e ementa E-3.048/04, do Rel. Dr. Benedito Édison Trama – Rev. Dr. Guilherme Florindo Figueiredo – Presidente Dr. João Teixeira Grande, que trata de: SÍMBOLOS DA ADVOCACIA – A IMAGEM DA JUSTIÇA (TÊMIS), A BALANÇA, A BECA E AS INSÍGNIAS PRIVATIVAS DO ADVOGADO – RAZÕES ESTATUTÁRIAS, ÉTICAS E HISTÓRICAS DITADAS PELA NOBREZA DA ADVOCACIA – INFLUÊNCIA DO INSTITUTO DOS ADVOGADOS BRASILEIROS.
 
Clique aqui: https://goo.gl/KPeLxq

Nesta sexta-Feira, 10 de novembro, a OAB Santo André realizou a entrega das doações de alimentos e fraldas geriátricas para duas entidades assistenciais do município: Instituição Assistencial Casa Caminho de Ananias e Instituto A Casa do Jardim.

A entrega das doações foi realizada pela diretora de Ação Social dra. Ana Maria Stoppa, representando o presidente da 38ª Subseção dr. Roberto Gonçalves, “dirigente que prima por fazer um trabalho além das lides jurídicas, promovendo amenização das desigualdades através da solidariedade”, disse Stoppa.

Participaram da ação dra. Antonieta Rosa N. Ferreira (presidente da Comissão dos Idosos e Aposentados e presidente da Associação dos Advogados do ABCDMR) e dra. Carmem Jane dos Santos Pinto de Castilho (presidente da Comissão de Mediação, Conciliação e Arbitragem).

Os itens doados foram arrecadados por meio do VI Fórum Municipal do Idoso – Espiritualidade”, realizado no dia 5 de outubro, e pelas palestras jurídicas “Mediação e Arbitragem Condominial” (dia 20 de outubro) e “Financiamento de Campanha e Transparência na Prestação de Contas Eleitorais” (dia 25 de outubro), eventos estes realizados pela OAB Santo André.

As entidades assistenciais que receberam as doações foram:

INSTITUIÇÃO ASSISTENCIAL CASA CAMINHO DE ANANIAS – 16 pacotes (1kg) de feijão; 19 pacotes (500g) de macarrão; 2 pacotes de fraldas geriátricas P; 2 pacotes de fraldas geriátricas M; 32 pacotes de fraldas geriátricas G; e 10 pacotes de fraldas geriátricas XG; 10 fraldas avulsas XG.

INSTITUTO A CASA DO JARDIM – 20 latas de leite em pó (400g); 4 pacotes de leite em pó (1kg); 17 pacotes de achocolatado em pó (400g); 24 latas de achocolatado (400g).

 

A Comissão de Informática Jurídica esteve no dia 17 de março no Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo (TJM), para conhecer a metodologia de implantação e administração do sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe) naquele órgão. Durante a visita a equipe de tecnologia do TJM fez uma apresentação detalhando todo o processo de implantação e funcionamento do sistema PJe.

Na foto: (da esquerda para direita): dr. Herbert Adriano Barboza (vice-presidente da Comissão), dr. Luiz Henrique de Vilas Boas (membro da Comissão), dr. Rogério Luiz Fracaroli (membro da Comissão), dr. Rogério Ribeiro (membro da Comissão), Alexandre Camilo Bonato (servidor do TJM), Thiago Neys (servidor do TJM), dr. Marcos Cabello (convidado), Luigi Ricardo Lopreti (servidor do TJM), dr. Wagner Jenny (presidente da Comissão), Carla Patricia das Neves Lourenço (servidora do TJM) e dr. Clauder Corrêa Marino (membro da Comissão).

A OAB Santo André, presidida pelo dr. Roberto Gonçalves, lançou na noite desta quarta-feira, 8 de novembro, a campanha “Lacre Solidário”. A iniciativa tem o foco social e ambiental, que visa recolher os lacres das latas de bebidas e trocar por cadeiras de rodas, beneficiando pessoas e entidades necessitadas. Por meio disso, também busca promover uma cultura voltada ao cuidado com o meio ambiente, com o consumo consciente.

A campanha é organizada pelas Comissões da Mulher Advogada e da Comunidade Jurídica, com o apoio da Diretoria de Ação Social, bem como da Comissão de Mediação, Conciliação e Arbitragem e Associação dos Advogados do Grande ABC.

“A campanha não tem prazo para acabar. Será permanente”, disse Andrea Tartuce, secretária geral da OAB Santo André e vice-diretora de Ação Social.

“O mote da campanha é que não estamos pedindo dinheiro, e sim ‘atitude’ para ajudar alguém que está precisando. Esse é o diferencial e a nossa Subseção está unida para essa ação”, disse Sonia R. Cabral Guisser, presidente da Comissão Mulher Advogada.


Segundo Sonia, para trocar por uma cadeira de rodas, são necessárias em média 140 garrafas pet de 2 litros cheios de lacres de alumínio, o que equivale a aproximadamente 2.500 lacres por garrafa.

“Pequenos lacres que fazem parte de latinhas de bebidas que irão se transformar em uma grande corrente de solidariedade. Faz bem fazer o bem”, afirmou Ana Stoppa, diretora de Ação Social.

A advogada Silvia Gimenes já realiza essa campanha há 10 anos e já arrecadou nesse tempo 50 mil lacres, totalizando quase 30 quilos. A advogada se uniu à 38ª Subseção para atingir a quantidade de lacres necessários. “Nós somos multiplicadores. E as pessoas gostam de ajudar. De lacre em lacre conseguiremos encher uma garrafinha e logo conseguiremos trocar por uma cadeira de rodas. Toda forma de arrecadação é válida e bem-vinda, e quanto mais pessoas envolvidas, maior será nossa rede de solidariedade”.

 

 

Pontos de Arrecadação

Os lacres de alumínio podem ser entregues na OAB Santo André (Av. Portugal, 233 – Centro), que disponibilizará uma caixa para receber as doações. Também há outros pontos de arrecadação:

  • Primeiro de Maio Futebol Clube (Av. Portugal, 79 – Centro)
  • Buffet Status (restaurante do Primeiro de Maio FC)
  • Fornaria Caiubi Pães e Doces (Rua Caiubi, 437 – Jd. Pilar)
  • Shabab’s Restaurante e Lanchonete (Av. Portugal 155 – Centro)
  • Restaurante Donna Maria (Av. Lino Jardim, 390 - Vila Bastos)
  • Restaurante Sabor House (Av. José Caballero, 175 - Vila Bastos)
  • Padaria Samara (Alameda São Caetano, 2463 - Santa Maria, São Caetano do Sul)
  • Doceria Quero Mais (Rua Wenceslau Bras, 203 - Santa Paula, São Caetano do Sul)
  • Chefia Restaurante (R. Alm. Protógenes, 300 – Jardim)

 

  1. Comissões
  2. Notícias
  3. Comentários